• Frete grátis para compras acima de R$ 249,99 para regiões Sul e Sudeste
  • Até 7 dias para devolver a compra
  • Parcele em até 6x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio :(

Verificação de Idade

Você precisa ter 18 anos ou mais para acessar o conteúdo dessa loja.

Por favor confirme que você possui 18 anos ou mais:

Dicas

Inversão de Papéis

Publicado em 30.06.2022 |
19 visualizações

inversao de papeis na transa 2

Que tal novas experiências na cama?

Na hora do sexo o desejo de explorar novos prazeres pode vir dos dois lados, do desejo feminino de ver seu parceiro usando uma lingerie até mesmo sua pareceira usar acessórios que permitam explorar zonas até então desconhecidas como a região da próstata. Os cintos com prótese, cintas penianas ou mesmo cintos Strap On já são super famosas e conhecidas de muitos casais, são os principais acessórios utilizados na inversão de papéis na hora do sexo.

Conforme uma pesquisa realizada em 2017, pelo portal Sexlog, cerca de 43% dos entrevistados já pratica a inversão, 54% revelaram ter vontade e curiosidade em fazer e apenas 3% revelou não ter interesse. Ou seja a inversão de papéis é um fetiche que faz parte da vida de muitos casais heterosexuais. 

Alguns casais foram entrevistados e relataram como funciona esta pratica dentro do seu relacionamento, veja só:

Gosto de dominá-lo. É um prazer inexplicável" "Estamos casados há quatro anos e praticamos a inversão há três. Fazemos sempre que estamos a fim. A cada três vezes que transamos, em uma eu 'pego ele'. É um prazer inexplicável penetrar meu marido com o meu brinquedinho. E o Silva adora. Eu tinha curiosidade por ouvir falar da prática, e quando o conheci, o desejo ficou mais intenso, porque sempre conversamos abertamente sobre sexo e fantasias. Algumas vezes, quando eu não quero penetração, ele só me masturba. Gosto de dominá-lo, alisar o ânus dele... Dá muito tesão! Tenho orgasmo na inversão também. E como!). Mas é um prazer diferente de quando fazemos o sexo tradicional, outra intenintensidade". Fernanda, 44, sobre o relacionamento com Silva, 40.

"O ânus é um ponto sensível e faz o prazer durar mais" "Minha mulher tinha a fantasia de me ver usando calcinha. Quando ela me disse e eu realizei o desejo dela, a nossa relação melhorou muito, até mesmo a confiança para tratar assuntos relacionados ao sexo. Um tempo depois, durante uma transa, ela tocou meu ânus com os dedos e, confesso, fiquei meio sem reação. Conversamos sobre a inversão, e cheguei dizendo que não faria. Depois ela mostrou alguns vídeos, resolvi ceder e acabei gostando. Isso foi há quatro anos. Desde então, acontece cerca de três vezes por semana. Também usamos plugs vibratórios e abusamos do beijo grego. O ânus é um ponto muito sensível e isso faz com que o prazer dure mais tempo. Consigo ficar com o pênis ereto logo depois de ejacular, por exemplo, algo que não dá em um sexo tradicional. As pessoas negam esse tipo de prática por puro machismo". Marcelo, 31, sobre a relação com Marcia, 27.

"Eu me sinto realizado quando uma mulher me domina" "Começamos a fazer inversão com dois meses de namoro. Rola todo dia. A Sandra conheceu a prática comigo e eu ensinei passo a passo. Hoje, dois anos depois, ela domina bem o assunto, não fica com medo ou nojo de fazer de fazer nada. As coisas entre nós acontecem na maior naturalidade possível. Eu me sinto realizado quando uma mulher me domina. Sinto-me como um objeto sexual. E eu gosto disso. Também praticamos outras formas de humilhação, usando algemas, chicotes e consolos, além da cinta peniana e as bolinhas tailandesas. Eu vivo para dar prazer para ela". Roberto, 33, sobre a relação com Sandra, 41.

Então ficou inspirado ou curiosa para experimentar? Aqui na Camarim de Diva temos muitos modelos de acessórios para sua inversão de papéis ser ainda mais prazerosa! Trabalhamos com as melhores marcas do mercado para oferer a você a melhor experiência de prazer!!

Fonte:https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2017/10/24/inversao-de-papeis-na-cama-eles-contam-porque-aderiram-a-pratica.htm

Destaques
Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.